ABS-PR promove "Coletivo de Sommeliers"

 

A ABS -PR (Associação Brasileira de Sommeliers- Filial Paraná) realizou no dia 27/02/2018, em parceria com a Rootstock Vinhos e a importadora Berkmann Wine Cellars a primeira edição do evento  " Coletivo de Sommeliers".

Este evento tem como objetivo aproximar os sommeliers com produtores e importadores de vinhos através de degustações técnicas e apresentação das novidades que estão chegando ao mercado.

 

A primeira edição do Coletivo de Sommeliers aconteceu no restaurante Kanimambo e teve como tema os vinhos sul africanos importados pela Berkman Wine Cellars e comercializados pela Rootstock Wines.

 

A apresentação dos vinhos degustados ficou por conta dos professores, sommeliers e proprietários da Rootstock Vinhos, Juliana Tudgay e Paul Tudgay.

 

 

 

Sobre a África do Sul

 

 

A África do Sul possui clima  temperado com verões quentes e secos e invernos frios e úmidos. O calor do interior do continente é atenuado pela fria corrente marítima de Benguela, vinda da Antártida. No verão, o Vento “Cape Doctor“, vindo do sudoeste, resfria os vinhedos e ajuda a prevenir doenças.

 

Atualmente o país é o 7° maior produtor de vinhos representando 3,9% do total da produção de vinhos do mundo. O país apresenta um consumo de 9 litros de vinho por habitante,possui 115.00 hectares de plantações de videiras, 500 vinícolas, 60 cooperativas (sendo estas responsáveis por 80% da produção de vinhos por lá). 55% dos vinhos produzidos por lá são brancos, sendo a Chenin Blanc responsável por 20% destes vinhos (vale dizer que a África do Sul é a maior produtora mundial desta casta). Nos tintos, a Cabernet Sauvignon representa 14% do total da produção e a uva emblemática daquele país é a Pinotage, cruzamento obtido em 1925 por Abraham Izak Perold, professor de Vinicultura da Universidade de Stellenbosch (AFS), tentando combinar o refinamento e a complexidade da Pinot Noir com a robustez da Cinsault, que era chamada na África do Sul de Hermitage.

 

A história da vinicultura na África do Sul começou no século XVII através da Cia das Índia Orientais e teve um bum após a chegada dos imigrantes hunguenotes franceses na região do Cabo. Em 1886 o país sofreu com a filoxera(praga que devastou as plantações) e no século XX apresentou um grande declínio na qualidade dos vinhos produzidos por lá. Após o fim do Apartheid a produção de vinhos sul africanos sofreu um novo bum e os vinhos sul africanos começaram a recuperar a qualidade e mostrar ao mundo que lá também era lugar de vinho bom.

 

 

Vinhos degustados:

 

 Klein Kloof Sauvignon Blanc 2016

 

Produtor: Niel Jourbet

Casta: 100% Sauvignon Blanc
País: África do Sul

Região:Paarl

Teor alcoólico: 13,5%

 

Com coloração amarelo palha este vinho apresenta excelente acidez e frescor.No nariz, frutas amarelas, maçã verde e mineral.

Na boca, bem estruturado, equilibrado, com acidez média/alta e sensação " gulosa" na boca.

 Niel Joubert Chenin Blanc 2015

 

Produtor: Niel Jourbet

Casta: 100% Chenin Blanc

País: África do Sul

Região:Paarl

Teor alcóolico: 13,5%

 

Coloração amarelo pálido, no nariz bastante perfumado com aromas de  abacaxi e frutas cítricas. Na boca mostra com uma boa intensidade, frutas cítrica como abacaxi e limão realçadas pela boa acidez e volume.

 Kanu KCB Chenin Blanc 2014 (destaque da noite)

 

Produtor: Kanu

Casta: 100% Chenin Blanc

País: África do Sul

Região: Stellenbosch

Teor alcoólico: 13,5%

 

Com coloração dourada este vinho apresenta notas de pêssego e damasco. Na boca mostrou bastante cremosidade,média acidez e notas de castanhas tostadas, mel e maçã verde.

 

Kleinkloof Red 2016

 

Produtor: Niel Jourbet

Casta: Shiraz e Cabernet Sauvignon

País: África do Sul

Região: Paarl

Teor alcoólico: 14,5%

 

Com coloração rubi intensa,este é um vinho suculento, traz uma picância com notas de amora preta e final herbáceo.

 

Niel Joubert Cabernet Sauvignon 2013

 

Produtor: Niel Jourbet

Casta:Cabernet Sauvignon

País: África do Sul

Região: Paarl

Teor alcoólico: 14,5%

 

Coloração rubi intenso, no aroma, frutas secas, chocolate e couro. Na boca, possui boa acidez, taninos marcantes e final frutado.

Niel Joubert Cabernet Sauvignon 2013

 

Produtor: Niel Jourbet

Casta: 100% Pinotage

País: África do Sul

Região: Paarl

Teor alcoólico: 14,5%

 

Coloração vermelho púrpura, ameixa madura no nariz. O paladar é cheio e arredondado média estrutura. Possui boa acidez e taninos marcantes.

 

Galeria de Imagens

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 por Wine´n Food